A conta

No capitalismo

ou no machismo,

há uma afirmação

que me gera preocupação:

"Quem paga a conta, manda!"


Se quem paga a conta

acredita que manda, que pode,

tem gente que é tão tonta,

compra essa demanda

e sempre se fode.


Assim como o macho que paga a conta

tem a tola ilusão que está por cima,

o ethos do Capital é uma afronta

massacrando nossa auto-estima.


Se quem paga a conta manda,

não é verdade que quem pode manda,

pois no mundo capitalista quem pode

não manda nada, sempre de fode.


Homem machista

se fia na ingenuidade.

É igual o capitalista

apostando na desigualdade.


(poema autoral)




7 visualizações