Arte invadida

meu ato de esperança


Assim como o mar,

outrora invadido,

um dia voltará a reinar

e seu espaço retomará,

a cultura que pulsava

na paisagem urbana,

hoje tomada

pela catedrais

e e armazéns da fé

suburbana,

um dia dará lugar

aos aparelhos culturais,

aos teatros e livrarias

com seus cafés.

A arte,

outrora invadida,

pelos mercadores da fé

em sua laicidade,

em toda parte

votará a reinar

na cidade,

seu lugar.


(10.03.2020)





4 visualizações