Canso-me da poesia

para o velho poeta


canso-me da poesia,

mas algo nela me atrai,

minha alma inebria

como um vício.


daí escrevo,

pois esse meu ofício

não me trai,

está sempre ali

inscrito em alto-relevo

para lembrar

por que escrevo.


canso-me da poesia,

mas seu cheiro de vida

tem algo que vicia

minha alma mexida.


daí escrevo a esmo,

reescrevo,

transcrevo,

prescrevo

poesia para mim mesmo.

quem sabe assim, atrevo-me

a ser mais longevo.


( por Giovani Miguez )



5 visualizações