desimportâncias

ouvindo Péricles


que se resolva

em versos

tudo que envolva

os universos

desimportantes

das serpentes

do passado

das pitonisas

que sopravam

suas brisas

ferventes

sobre um futuro

incapaz

de transpor o muro

das estâncias

em um presente

onde habitem em paz

as desimportâncias

de um viver

contumaz.


por Giovani Miguez, em Sustenidos.


Recorte de The Priestess of Delphi, uma obra de John Collier, foi feita em 1891

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Despedida