Despedida


por Giovani Miguez, em Poemáticas


Um homem,

parecendo estar cansado,

deitado no umbral

do velho prédio

sofria.

Parecia tédio,

mas era mesmo tristeza

sem remédio

que ardia.

Um cão alerta,

trocava sinceros

afagos

com o amigo

sem saber que a porta,

ao ser aberta,

aquela amizade selaria:

era dia da eutanásia

por fim à agonia.



Foto: Getty Images


6 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo