Destempero Drag

a Rita von Hunty


Amo, de coração, tudo que você representa e todo o potencial pedagógico e revolucionário do seu trabalho. Por isso, expresso respeitosamente minha opinião sobre sua fala a respeito de não votar em Lula no primeiro turno.


Não tenho a sua expressão e muito menos o seu poder de comunicar. Mas, tenho consciência de classe e não estou comprometido com marcas ou conciliações est(éticas) neoliberais ou usufruindo de privilégios desses alinhamentos est(éticos) e financeiros contraditórios. Não te julgo por isso, mas é preciso que diga que você não me parece estar sofrendo os efeitos trágicos de insegurança alimentar que milhões de brasileiros estão. Para eles, urge estancar a sangria na nossa democracia e restaurar um projeto mais humanista.


Não gosto, como você, do tom de conciliação da campanha de Lula, mas prefiro menos ainda o radicalismo das utopias revolucionárias que desagregam as esquerdas. Queria um candidato mais a esquerda e com mais nitidez ideológica. No momento, entretanto, o que está em risco é a democracia e propagar divisão nas esquerdas é não só irresponsável, mas tolice, pois só quem ganha com isso é o fascismo e o próprio neoliberalismo que, em um regime esquizoide como esse, ganha mais chances de se impor.


É triste ver que um conservador com Alckmin, nesse momento, consegue ser mais lúcido que muitos de nós, progressistas, ao dizer que "Há momentos em que, antes de uma aliança determinar a sua missão, é a própria missão que determina a sua aliança."


Com todo respeito e admiração, Rita, mas primeiro a gente tira o fascista, no primeiro turno, se possível. Depois, com os instrumentos de participação popular, discutimos com um governo democrático os "senões" ao tal neoliberalismo e, quem sabe, nos educamos para não cair de joelhos diante das nossas próprias contradições sobre viver com consciência de classe nesse mundo ególatra onde o capital surfa.


Não é hora de destemperar o processo de resistência ao fascismo e ao golpe democrático em curso. Definitivamente, não é. Melhor, por hora, incorporar esse exótico Lula com Chuchu ao nosso cardápio. Temperá-lo com esperança e depois voltamos a discutir outras possibilidades gastronômicas e nutritivas para o nosso povo.


Espero que reveja sua posição. Se não, sigo te admirando.


Giovani Miguez



Foto de Guilherme Terreri

3 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo