Família em desordem, por Elisabeth Roudinesco

Não é uma resenha, apenas uma dica de leitura.


Sempre entendi a ciência moderna como um ente patriarcal com muitas questões necessitando revisão e a psicanálise, como uma dessas ciências (sim, entendo a psicanálise como um campo cientifico rico psicológica, filosófica, antropólogica e filosoficamente).


Quando ouvi falar de Elisabeth Roudinesco e este livro sobre a família em uma leitura pensei: vem aí mais um livro fedendo a patriarcado.


O livro, entretanto, surpreendeu-me por suas conclusões. Roudinesco, ao afirmar, há 18 anos, que a "família do futuro precisa ser reinventada", acentua questões importantíssimas como, por exemplo, a importância da psicanálise pensar o movimento da história (a família, inclusive), a necessidade de aceitação dos pais homossexuais no direito de constituir família. Roudinesco recoloca a família no centro da questão social, sem moralismos tolos e discursos vazios.


Resolvi revisitar esse livro por conta de um sonho que tive há duas noites.


Revisitando, perguntei a mim mesmo: que avanços tivemos nestas quase duas décadas?


Roudinesco segue atual e necessária.


FAMÍLIA EM DESORDEM,

de Elisabeth Roudinesco

( Editora Zahar, 2003 )


Para saber mais, leia esta resenha.




4 visualizações