Flerte silencioso

Olhava o tempo que fora perdido. Meu passado parecia sem sorte, minha existência parecia sem norte e meu futuro incerto e desconhecido No auge daquele meu flerte, uma doce voz me surpreendeu e me despertou daquele instante inerte. Aquele abraço inocente me comoveu. A vida em silêncio é ardilosa. Pode parecer uma vida de contemplação, mas esconde uma armadilha perigosa. Não se iluda com a minha introspecção. O silêncio não deve ser subestimado, pois pode ser mais que mera expressão. (08.04.2020)