garrafa

ouvindo Ney Matogrosso


lancei uma garrafa

ao mar.


não era de amor

ou socorro.


era apenas uma garrafa

destinada aos náufragos

como eu.


uma garrafa sem rótulo

mas abarrotada de silêncio

com papel em branco

e um lápis.


quem sabe um dia

ela retorne não mais

vazia

mas, com alguma

poesia.


( por Giovani Miguez, em Sustenidos )



4 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo