Narciso

todo poeta é narcisista,

olha o mundo

lá do eu-profundo.

não insista

em compreender

seu mundo,

entender

o que há lá no fundo.


cada papel em branco

é um espelho,

cada olho vermelho,

um solavanco,

um avanço.


eu, por exemplo,

faço da poesia religião,

do poema um templo

para aquecer meu coração

em dias de mau tempo.


( por Giovani Miguez )


Narciso. Por Caravaggio, 1596 (imagens: Google)


2 visualizações0 comentário