Nenhuma vida

Estou doente. Meu coração foi ferido de morte vendo tanta indecência, tanta indigência, tanta gente sem sorte, gente ignorante, alguns inocentes, sendo empurrados para a morte. Estou indignado. Meu coração foi dilacerado vendo tanto descaso, tanta irresponsabilidade, tanta gente obtusa minimizando a calamidade, apostando no acaso, patrocinando esta atrocidade. Não entenderam ainda que o valor da nossa vida não se mede pela economia. Não percebam ainda que o custo de uma partida nos custará tanta alegria. Tolos! Insensatos! Reflitam como humanos que somos. É preciso medir nossos atos. Não nos ponha em risco. Nenhuma vida vale menos para ser considerada um cisco.


(27.03.2020)




2 visualizações