Osório Barbosa, poemas

Confissão


Se sou poeta,

não é porque tenho inspiração.

Se sou alegre,

não é porque a vida me dá prazer.

Se sou feliz,

não é porque tenho o mundo.

Se sou rico,

não é porque tenho tesouros.

Sou poeta, alegre, feliz e rico porque tenho você!

Você que me inspira, me alegra, me traz felicidade e me enriquece.

Você, afinal, é o ar que respiro, o sangue que faz meu coração pulsar.


( Amazonas Shopping, em Manaus, 08.10.99 )


Penetrar-te


Queria penetrar-te com meu verso vigoroso,

e deixar que com ele brincasse para o nosso deleite

apaziguando, assim, nossos corpos e almas.

E, terminado o ludismo,

enquanto esperamos o próximo jogo,

e eu tendo que partir,

meu prazer, só em pensar na volta,

deixaria dentro de ti

rios e gotas das minhas lágrimas vivificantes.


(São Paulo, 25.07.12. )


As axilas


As axilas merecem descrição,

Estudo, reflexão profunda.

São elas fontes de inexplicável volúpia, tesão.

Têm as mais variadas formas, sensibilidade, odor e cores.

Oh mulher!, que carregas sob teus braços todos os homens cativos,

Sabes que por ti é feito tudo que é feito.

Não só pelo aconchego do teu peito,

Mas, pela proteção do teu braço e do odor cioso que exalas.

Tuas axilas são a porta da sala.

Por ela adentramos em tua vida como se galga a casa,

Embora não saibamos por onde iremos sair.

Quanto às formas, quem há de se importar?

Podem ser retangulares ou até quadradas.

As cores são o de menos,

Podem ter a cor dos brancos, dos morenos ou dos negros, amarelos, tanto faz.

Sensibilidade sim, isto importa!

Acariciando-as, sabemos que não estás morta.

Quanto aos odores, para eles foram feitas as flores,

Dá-lhes cores, frescor, sabores.

Embora o natural dei-nos mais tremores.

Deixa-me beijá-las, cheirá-las e lambê-las,

Já que macios e saciantes são os seus pêlos.


(Maraã-AM, sem data)


...


Osório Barbosa, procurador da república e poeta. Nascido em Tefé (AM), formou-se em Direito na Universidade Federal do Amazonas. Autor de Poemas Passionais (Ed. Pasavento, 2015).



Foto: Divulgação


... [ Regras ]

Os interessados deverão enviar os poemas para giovanimiguez@gmail.com seguindo as seguintes orientações: 1. enviar, em arquivo word com até três poemas poema, um conto ou uma crônica de no máximo uma pagina cada, fonte Arial 12, paragrafo 1,5. 2. no final dos uma biografia de até 5 linhas, informando o seu perfil no Instagram. 3. anexar ao e-mail uma foto sua na horizontal. 4. deve constar no assunto do e-mail informações no seguinte formato: "Umanisté blog - Submissão de texto autoral - Nome". 5. Você poderá enviar até dois textos em cada gênero, desde que estejam cada texto em arquivos separados. Espero seu texto!

4 visualizações0 comentário