Serei poeta

talvez, por excesso

de universos,

larguei versos

demais no caminho.


e agora?

é hora de recesso?

sigo sozinho neste mundo

escuro e perverso...


quem sabe, algo novo se abre.

quem sabe, escolho outro sabre.

só sei que não deixarei de lutar,

serei poeta para poder continuar

a sussurrar e gritar.


minha poesia,

esse doce jeito de amar,

esse defeito a me armar

sempre será escuta da dor,

ausculta do amor.


( por Giovani Miguez )



11 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Fletir