Três poemas de André Xavier


parei de rasgar vazios

com os dentes


encontrei a chave nostálgica

para a saída


eu a guardo no bolo

e só retiro

se for para abrir imensidões




assino o verbo existir

com o próprio corpo


e que se leia de fora para dentro


que de dentro para fora

ele ainda está sendo escrito




melhorei a relação com os insetos

com o pó

com o tapete e com o sol

até a vasilha antiga no fundo do armário

ganhou novos ares de higiene

o tato ficou mais delicado

a voz guardou problemas antigos e familiares

o livro que não foi lido

ganhou nova desculpa sobre a mesa

ajeitei até o pensamento

e não esqueci que do varal

se tem vista para o longe ainda mais longe

a consciência fez rupturas sem temer o novo

e já não se engana:

o genocídio é machista classista e racial

os olhos aprenderam a ver melhor

agora demoram um pouco mais

sobre a imagem

e o gesto mais justo

é a vida querendo a vida


André Xavier, 40 anos. É poeta, boêmio, boleiro, professor, pesquisador e umbandista. Educou-se nas encruzilhadas da vida se virando entre as frestas do cotidiano. Mora no verbo Ser e não sai de lá sem trazer poesia entre os dentes. Sua estreia acontece no livro Pandeiros, pandemônios e pandemias: quatro cavaleiros do apocalipse, 2021. 156 pág. Editora Selin Trovoar.



Foto: Divulgação


...


ENVIE SEU TEXTO! | Regras


Os interessados deverão enviar os poemas para giovanimiguez@gmail.com seguindo as seguintes orientações:

1. enviar, em arquivo word com até três poemas, um conto ou uma crônica de no máximo uma pagina cada, fonte Arial 12, paragrafo 1,5.

2. no final dos uma biografia de até 5 linhas, informando o seu perfil no Instagram.

3. anexar ao e-mail uma foto sua na horizontal.

4. deve constar no assunto do e-mail informações no seguinte formato: "Umanisté blog - Submissão de texto autoral - Nome".

5. Você poderá enviar até dois textos em cada gênero, desde que estejam cada texto em arquivos separados.


Será um prazer conhecer e divulgar seu trabalho autoral!

29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo